Socialistas lamentam morte de Marília Mendonça


(Imagem: Socialismo Criativo)

A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (5). O avião bimotor usado pela cantora para uma bateria de shows em Minas Gerais sofreu um acidente e caiu na serra de Caratinga, interior do estado. Os outros quatro tripulantes da aeronave também morreram. Os socialistas lamentaram a trágica morte.


O líder da Oposição, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) se solidarizou com a família e os amigos da cantora e das demais vítimas.


“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos.”, informou em nota a assessoria da cantora.

Os bombeiros também confirmaram a morte através da seguinte nota: “O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais.”

A cantora nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. Ela surgiu como ícone do “feminejo” em 2016, com sucessos como “Infiel” e “Eu sei de cor”. Antes, ela já era compositora de sucessos do sertanejo.

Ainda não se sabe as causas do acidente.

Com informações do G1

1 visualização0 comentário