• psb40df

“Quatro dos dissidentes já podem sair do PSB”, diz Siqueira


(Imagem: Reprodução/PSB Nacional)

O presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, confirmou ao Socialismo Criativo que já colocou à disposição dos deputados reincidentes em votações contrárias à orientação do partido, a carta de liberação para que eles deixem imediatamente as fileiras socialistas.


São deputados considerados “dissidentes”, que já há algum tempo apoiam o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), os parlamentares Jefferson Campos (SP), Rodrigo Coelho (SC), Emidinho Madeira (MG) e Liziane Bayer (RS).


Nas últimas semanas, a tensão entre a direção nacional do partido e os parlamentares cresceu, uma vez que eles votaram a favor da PEC dos Precatórios, contrariando a posição partidária, posição confirmada por eles no segundo turno da votação.

Histórico

Em entrevista à Globonews na última terça-feira (9), o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, fez um apelo aos deputados federais do PSB que foram a favor da PEC dos Precatórios, aprovada em primeiro turno na semana passada. Siqueira pediu aos parlamentares que revejam seus posicionamentos e votem contra “essa aberração eleitoreira de interesses escusos do poder Executivo com setores majoritários do Poder Legislativo”.


Leia também: Carlos Siqueira sobre PEC dos Precatórios: deputados do PSB devem votar contra “aberração eleitoreira” de Bolsonaro


Siqueira reiterou, na entrevista, a posição contrária do partido contra a proposição. “Essa PEC dos Precatórios vai abrir espaço para gastos excessivos e reforçar o tal orçamento secreto, questionado pelo PSB no STF”.


Ainda durante a entrevista, o presidente do PSB destacou que, dos dez parlamentares que votaram a favor da PEC dos Precatórios, quatro devem deixar o partido no período da chamada “janela partidária”, período que ocorre seis meses antes do pleito eleitoral, por um prazo de 30 dias.


Ainda na manhã de terça-feira, Carlos Siqueira enviou aos parlamentares do partido uma carta reafirmando a posição contrária do PSB à PEC dos Precatórios e pedindo que mudem seu posicionamento no segundo turno da votação.

4 visualizações0 comentário