PSB-DF marca presença nas manifestações do 29M



Militantes do Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal (PSB-DF) estiveram presentes na manifestação ocorrida no último sábado (29) no centro da capital. Os socialistas se uniram aos milhões de brasileiros que reivindicam o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, com responsabilização pela má condução da pandemia no país, além de, vacinação para todos. Medidas imediatas de redução da miséria e as pautas antiracistas e antifascistas também tiveram destaque.


Leia também: Direitos trabalhistas são fundamentais na Revolução 4.0, defende Dino


Além dos demais partidos de esquerda como Psol, PT, PCdoB e PCO, outros movimentos estiveram presentes. As torcidas organizadas estiveram na linha frente do ato, juntamente com sindicatos e outras categorias organizadas como os enfermeiros e enfermeiras do DF. O movimento LGBT antifascista também se fez presente, assim como o movimento negro, um dos protagonistas do ato, garantindo a participação periférica e o peso do antiracismo e do antifascismo, principalmente por parte das polícias, no ato.


PSB


Destaque na convocação dos socialistas para o ato, o secretário-distrital da Juventude Socialista Brasileira do DF (JSB-DF), Douglas Melo, divulgou diversas medidas de proteção sanitária a serem tomadas antes, durante e depois dos atos. Segundo ele, a manifestação se faz urgente e a situação em que Bolsonaro deixou o país, principalmente os que mais precisam, é tão ou mais prejudicial que o coronavirus.


"As pessoas da periferia nunca puderam estar em isolamento social. Falta renda, falta comida, falta máscara, faltam medidas de enfrentamento que garantam segurança alimentar para milhões de crianças. O que temos é transporte público lotado e hospitais sem equipamentos básicos. Essa manifestação não é contra o isolamento, é pelo nosso direito à vida digna", comentou Douglas.

Além de Douglas, outros militantes também estiveram no ato e registraram sua presença nas redes sociais, como o presidente da sigla no DF, Rodrigo Dias, a presidente da Zonal 2 do PSB, Raíssa Rossiter, o ex-secretário de Educação de Rodrigo Rollemberg, Júlio Gregório, o secretário do segmento LGBT Socialista, Allysson Prata, entre outros.









5 visualizações0 comentário