PIB da China ultrapassa US$ 17,3 trilhões em 2021

A China vem se consolidando, ao longo dos anos, como uma das principais potências econômicas mundiais. O Produto Interno Bruto (PIB) do país ultrapassou a marca de 110 trilhões de yuans, o que equivalente a US$ 17,3 trilhões, em 2021.


Trata-se de um aumento de 8,1% em relação a 2020, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE).


O resultado representa um novo marco econômico para a economia do país.

Leia também: Globalização chinesa e a estratégia de combate à ômicron

A China mantém seu ritmo estável de recuperação, liderando o mundo tanto no desenvolvimento quanto no controle da pandemia da Covid-19, afirmou o DNE.

A renda disponível per capita do país oriental ficou em 35.128 yuans em 2021, o que representa um aumento anual de 9,1% em termos nominais, conforme informa o site Chinahoje.


Brasil terá 3ª pior taxa de expansão do PIB no mundo em 2022, diz ONU

Em compensação, nem bem teve início o novo ano e a economia do Brasil, de Jair Bolsonaro (PL) e Paulo Guedes, continua uma tragédia. Segundo informações da Organização das Nações Unidas (ONU), o PIB nacional terá um dos desempenhos mais fracos do mundo em 2022.


Hoje, o Brasil ocupa a terceira pior colocação no ranking que mede a performance dos países, com a menor taxa real de crescimento entre todas as principais economias do mundo. As informações são da coluna de Jamil Chade, no UOL.


Os dados foram publicados nesta quinta-feira (13) pelo departamento econômico das Nações Unidas.


A projeção é que a expansão do PIB nacional seja de 0,5% este ano, em comparação com o ano passado, o que representa 1,7% abaixo do esperado pela ONU para o Brasil, em seu último informe, em 2021.


No mesmo momento em que a ONU rebaixou as previsões para o Brasil, a agência aumentou suas estimativas para o restante do mundo, que registrará recuperação, em 2022.

O Brasil deve ficar estagnado, ou seja, longe do crescimento médio da economia mundial, estimada para atingir 4% este ano.


Por Lucas Vasques na Revista Fórum

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo