Pensar Jovem: o grande dia da premiação

Chegou o grande dia da premiação do Concurso Pensar Jovem, promovido pelo Partido Socialista Brasileira (PSB) e pela Fundação João Mangabeira (FJM), Os três vencedores foram a Brasília receber a premiação, nesta sexta-feira (11).


Além dos prêmios em dinheiro, nos valores de R$ 15 mil, R$ 12 mil e R$ 9 mil, eles participaram de tour político pela cidade política e visitaram instituições públicas da capital da República, incluindo o Congresso Nacional. Todas as despesas foram custeadas pelo PSB Nacional.


As redações tiveram como as teses do quinto livro da autorreforma e incentivaram a juventude pessebista a pensar novas políticas públicas. Foram mais de 600 inscrições.

Os vencedores do Pensar Jovem

Em primeiro lugar, ficou Daniel Rosenhek Schor, de São Paulo, que fez uma redação aditiva à proposta sobre a reestruturação do sistema penal e carcerário brasileiro. Ele levou o prêmio de R$ 15 mil reais. Daniel, que faz parte do PSB de São Paulo, destacou a credibilidade do partido.


“Sinto que o PSB é um lugar onde poderei não só crescer e dar ideias, mas ser um instrumento de mobilização e transformação do país”, afirmou.


A segunda colocação foi conquistada por Vinicius Abdias Santos de Oliveira, do Rio Grande do Norte, por seu texto modificativo sobre a proposta de ampliação e acesso ao ensino superior público, ganhando R$ 12 mil reais.


Ao citar Darcy Ribeiro – “precisamos construir o Brasil que queremos” – Vinícius ressaltou a importância da iniciativa para incentivar a participação política dos jovens.


“Quando vocês colocam um congresso como esse e se abrem pra receber ideias, propostas e até críticas do que estão propondo para o país, vocês contribuem para que os jovens tomem o destino deles em suas mãos”, disse.


Já a dissertação de Luiz Oliveira Costa Neto, da Paraíba, obteve a terceira posição no concurso. Ele fez uma tese aditiva à proposta de desenvolvimento de um modelo de monitoramento, acompanhamento e avaliação de políticas públicas, e vai receber ganhou R$ 9 mil reais.


“Estou muito feliz por poder contribuir com a minha tese que poderá contribuir com o partido, caso seja aprovada”, afirmou o jovem ao destacar a conquista aos 17 anos.

“O que faz as pessoas iguais é a educação”, ressaltou o vice-presidente da FJM, Alexandre Navarro durante a premiação.


Raissa Rossiter, membro da comissão avaliadora e da Autorreforma, ressaltou o objetivo de trazer os jovens para o processo de Autorreforma do PSB.

Pensar Jovem e a Autorreforma

“Os temas das redações tocaram nas feridas que temos e que o PSB, na Autorreforma, busca enfrentar e construir um projeto de país”, disse.


Para Gervásio, a oportunidade de debater e ouvir jovens é a “garantia da construção de um futuro melhor para todos”.

“A Autorreforma não é uma discussão para ser limitada entre parlamentares e políticos. É para todos que compõem a sociedade. E poder, hoje, ouvir e conversar com jovens as teses é muito significativo. É a garantia da construção de um futuro melhor para todos”, declarou.

Socialismo Criativo no DNA

O ex-deputado constituinte e membro do Diretório Nacional do PSB, Domingos Leonelli, que também é coordenador do site Socialismo Criativo, afirmou que o concurso faz parte do processo de Autoreforma.


“Creio que foi o processo mais amplo e democrático que nosso país já vivenciou”, disse o socialista ao lembrar o “DNA criativo e democrático” do PSB desde o seu nascimento. “O concurso surgiu com a ideia de atrair a juventude para o debate. A nossa ideia era convocar a juventude do país inteiro e isso aconteceu. Tivemos mais de 600 inscritos”.


O professor Paulo Bracarense, da Comissão de Sistematização da Autorreforma, lembrou a importância da construção das ideias que antecedem as ações.


“Que possamos ter essa prática didática da política, da construção não só da ação política, mas das ideias para a construção de um país melhor para todos nós”, conclui.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo