França vai evitar acordo climático, pois Bolsonaro não cumpre


Presidente da França, Emmanuel Macron. Foto: Bertrand Guay Pool/AFP

A Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou que o ano 2021 foi um dos sete anos mais quentes da história e o sétimo ano consecutivo em que a temperatura global ficou mais de 1°C acima dos níveis pré-industriais. Enquanto isso, o presidente da França, Emmanuel Macron, fez duras críticas ao Brasil e ao Mercosul pelo descumprimento do Acordo de Paris. E ameaçou, novamente, boicotar o Brasil graças a política de desmonte ambiental promovida por Jair Bolsonaro (PL).


“A França é o país que mais se opôs à assinatura de novos acordos e que denunciou o Mercosul, levando em conta justamente o desrespeito ao Acordo de Paris pelo Brasil”, disse em resposta às críticas feitas ao seu primeiro discurso em que a França passou a ocupar a presidência rotativa do Parlamento Europeu.


Macron, que foi cobrado por sua postura diante da China, a defesa dos direitos humanos e a política migratória da França, fazia referência à sua objeção ao acordo de livre comércio entre União Europeia e o Mercosul.


A primeira vez que Macron ameaçou se opor ao acordo foi em 2019, em meio às queimadas na Amazônia. Ele acusou Bolsonaro de descumprir o Acordo de Paris. Depois, foram inúmeras críticas ao atual chefe do Executivo do Brasil e deu sinais de boicote a possíveis acordos comerciais.


“A Europa não deve assinar contratos com potências que não respeitam o Acordo de Paris”, enfatizou Macron.


Leia também: “Brasil não se resume a seu governante”, declara Lula, em Paris

Aquecimento global

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM), da ONU, desde 1980, cada década tem sido mais quente do que a anterior e a tendência é de que continue sendo assim. Os anos de 2016, 2019 e 2020 foram os três mais quentes já registrados.


Apesar do fenômeno La Niña ter dado um refresco na temperatura média mundial, o ano passado registrou 1.11° C acima dos níveis da era pré-industrial, utilizado como parâmetro.

Com os níveis recordes de emissão de gases de efeito estufa na atmosfera, a previsão da ONU é que o aquecimento global continue.


Com informações da RFI

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo