• psb40df

Concurso Nacional de Redação sobre as Teses da Autorreforma do PSB é lançado nesta segunda


(Imagem: Reprodução/Socialismo Criativo)

O presidente do PSB e do Conselho Curador da Fundação João Mangabeira (FJM) , Carlos Siqueira, fez o lançamento oficial do Concurso Nacional de Redação sobre as Teses da Autorreforma do PSB, nesta segunda-feira (8).


Promovido pela FJM, o concurso tem como objetivo estimular e promover o estudo da ciência política no país. Podem participar estudantes de todo o país que tenham entre 16 e 30 anos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas entre os dias 8 de novembro e 7 de dezembro neste link.

“O que nós mais queremos é receber as sugestões da juventude brasileira. A Autorreforma do PSB é um ato político do partido de fazer uma profunda crítica e autocrítica do processo político partidário do Brasil porque consideramos que esse processo está necrosado. Somos parte desse processo político e acreditamos que a crítica e autocrítica que fazemos têm que ser levados à sociedade brasileira” Carlos Siqueira

O líder da Oposição na Câmara, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), afirmou em vídeo para a live de lançamento do concurso que o PSB “se prepara para oferecer ao Brasil um novo programa partidário”. E convidou a militância a participar desse processo da Autorreforma.

“O objetivo central do nosso partido é apresentar ao país um modelo de desenvolvimento que gere prosperidade para todos os brasileiros e brasileiras. Para fazer do Brasil de fato soberano, livre e democrático” Alessandro Molon

O presidente da Juventude Socialista Brasileira (JSB), Tony Sechi, observou que cabe aos partidos políticos apresentar soluções para as crises enfrentadas no país.

“Estamos construindo um programa ousado que vai ficar de herança para a nossa e as futuras gerações. Nosso partido está aberto e sabe que a nossa juventude pode e deve participar da política” Tony Sechi

Premiação do concurso

As três melhores redações receberão prêmios de R$ 15 mil, R$ 12 mil e R$ 9 mil. O valor equivale ao número de meses do valor da bolsa de mestrado do CNPq, que é de R$ 1,5 mil por mês.


Para o primeiro colocado o prêmio será o valor correspondente a dez bolsas mensais (R$ 15 mil). Para o segundo, oito bolsas (R$ 12 mil); e o terceiro, seis bolsas mensais (R$ 9 mil). Os três melhores trabalhos também receberão medalhas de ouro, prata e bronze. Também serão concedidas 81 menções honrosas para os três melhores trabalhos de cada estado.


Os estudantes devem estar regularmente matriculados em escolas de ensino médio ou faculdades ou universidades, graduação ou pós-graduação – stricto ou lato sensu – públicas ou privadas, devidamente registradas no MEC.


A iniciativa tem como principais objetivos contribuir para a melhoria da qualidade da educação ao possibilitar que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material político de qualidade; promover a difusão da cultura política; identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades nas áreas de Ciências Humanas; além de contribuir para a integração dos alunos das escolas brasileiras com as instituições políticas nacionais.


Como será o concurso

O Concurso será realizado em duas etapas: estadual e nacional. Na primeira fase, o candidato deverá apresentar uma emenda ao Livro 5 das Teses da Autorreforma do PSB. Elas podem ser:


• Modificativas: propõe um texto alternativo (por meio da supressão de parte, inclusão de complemento ou altera a redação) à uma tese do Livro 5; • Supressivas: são emendas que suprimem por completo uma tese do Livro; • Aditivas: são acréscimos representados por novas teses não constantes no Livro 5; • Aglutinativas: é fusão de duas ou mais teses.


A proposta de emenda deverá ter no máximo 500 caracteres (com espaço), o que equivale a cinco linhas.


Já a justificativa da proposta deverá ser apresentada em uma redação de até 2.000 caracteres (com espaço), equivalente a vinte linhas.


Leia também: PSB-DF e FJM abre inscrições para preparatório gratuito para o Enem 2021


Os candidatos deverão apresentar seus trabalhos até às 23:59h do dia 31 de dezembro de 2021 na plataforma do Concurso administrada pela Comissão de Administração e Controle (CAC) do Concurso Nacional da Autorreforma.


Os candidatos devem ficar atentos. Qualquer trabalho que tenha de alguma forma a indicação de quem é o seu autor será eliminado do concurso.


Segunda fase

Para a segunda fase serão avaliados os três trabalhos de cada unidade da Federação que atingirem a melhor nota média considerando a nota de cada um dos três avaliadores estaduais. Ao todo passarão para a segunda fase um total de 81 trabalhos.


Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão Julgadora Nacional (CJN) composta por cinco intelectuais convidados pela Comissão de Administração e Controle (CAC).

Dúvidas, esclarecimentos e/ou solicitações devem ser enviadas para o e-mail contato@autorreformapsb.com.br.

Programação política com os melhores autores

A cerimônia de premiação será realizada em Brasília, no dia 11 de fevereiro de 2022.

Paulo Bracarense, da Comissão de Sistematização da Autorreforma, destacou a “valorização do trabalho intelectual e acadêmico” com o concurso e a relação com grandes fatos que marcaram a cultura do Brasil.

“O prêmio será entregue em 11 de fevereiro, dia que marca o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922 e, assim como o congresso do PSB, terá a inspiração nesse marco” Paulo Bracarense

Os autores dos três melhores trabalhos serão convidados a participar de um programação política que consiste em uma visita orientada a instituições públicas e partidárias em Brasília na data da entrega das medalhas. Todas as despesas serão custeadas pela FJM.


Todos os inscritos também serão convidados a participar do Seminário Nacional do Concurso Nacional de Redação Sobre as Tese da Autorreforma do PSB a ser realizado no dia 27 de novembro de 2021.

1 visualização0 comentário