6º live da autorreforma debate economia e cidades criativas


(Imagem: Reprodução)

Por, PSB Nacional


“Economia Criativa como Estratégia de Desenvolvimento e Cidades Criativas” foi o tema da 6º live da autorreforma, transmitida pelas redes sociais do PSB nacional nesta segunda-feira (28).

Com a mediação do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o encontro contou com a participação do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o JHC, e da professora, economista e doutora em Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP), Ana Carla Fonseca.

No Eixo Temático II do Caderno 4 da autorreforma, o PSB defende a inovação e a economia criativa como elementos indispensáveis em um plano de desenvolvimento estratégico do país, para inserir as potencialidades brasileiras de maneira moderna e inovadora na economia, como alternativas de desenvolvimento. O partido acredita também nas cidades criativas como instrumentos de enfrentamento à brutal desigualdade social, buscando, por meio da inovação, da criatividade e do talento, as soluções para a sua prosperidade econômica, sua coesão social e o bem-estar dos seus cidadãos.

Em sua explanação, a professora Ana Carla Fonseca sugeriu que a inserção do país nas cadeias brasileira e globais, como defende o PSB em seu novo programa, deve ser acompanhada de um trabalho de “advocacy” na defesa da imagem do país, que se deteriorou ainda mais nos últimos anos. “Quando falamos de produtos e serviços com valor agregado, as pessoas tem um nível de exigência maior. Quem poderá, de fato, dar a devida confiança, por exemplo, em um produto de alta tecnologia se ele vem com um made in brasil atrás?”, questionou.

Além disso, mais do que defender a sustentabilidade no desenvolvimento do país, segundo Ana Paula, o partido pode pensar em estratégias para a “regeneração” dos ativos, que vêm sistematicamente sendo exauridos.

Sobre o problema da migração de talentos criativos, a economista disse que cada cidade deve pensar no que tem de singular e criar condições para o desenvolvimento da criatividade. “Se desenvolvermos mais condições para que elas se tornem cidades mais criativas, ainda que pequenas, esses talentos vão deixar de migrar, porque o primeiro protagonista da cidade é o cidadão. E muitos desses talentos começam a voltar “, afirmou.

Segundo ela, inúmeras cidades pequenas do país vêm trilhando a economia criativa “com muito êxito”, e inclusive conseguem ser menos dependentes do fundo de participação municipal.

O prefeito de Maceió JHC, por sua vez, citou como exemplo dessa singularidade e de desenvolvimento a partir da economia criativa o Cobogó de Mundau, produzido por uma comunidade carente que vive às margens da Lagoa Mundaú, localizada nos municípios de Maceió, Santa Luzia do Norte e Coqueiro Seco.

O produto é feito a partir da casca do molusco sururu, considerado patrimônio cultural imaterial de Alagoas. Desenvolvido graças ao projeto Maceió Inclusiva através da Economia Circular, coordenado pela Prefeitura de Maceió, o elemento de design vazado, que permite uma maior ventilação e iluminação no interior de imóveis, recebeu o prêmio Casa Vogue Design. O projeto tem parceria do Laboratório de Inovação do Grupo BID, Instituto A Gente Transforma, e do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade.

O principal objetivo da iniciativa é promover melhorias na qualidade de vida da população dedicada às cadeias mais tradicionais da economia local (sururu e peixes) e impulsionar o desenvolvimento de modelos de economia circular na capital. Além disso, as ações desse projeto, tornam o sururu um produto de alta qualidade, que possa ser utilizado para a exportação nacional e internacional. O cobogó feito a partir da casca do sururu foi lançado na 18ª Feira Internacional de Revestimentos, a Expo Revestir 2020, pela empresa Portobello, uma das principais empresas de revestimentos e cerâmicas do País.

“É preciso oportunizar maneiras para que todos tenham, da mesma forma, com base na criatividade, na sua cultura vibrante e na economia circular e criativa, a oportunidade de ter o seu sustento, de gerarmos emprego e renda”, disse JHC. “Já estava no nosso plano de governo, estruturar políticas públicas voltadas para economia criativa, de maneira que eventos como esse só fazem reforçar a posição de vanguarda do PSB nesse sentido, e fico feliz de estar dentro da autorreforma”, elogiou.

Assista a íntegra da live:




1 visualização0 comentário